Categoria: Cultura

“Não Olhe para Cima” e o Pato com o Coelho

Por Philippe Augusto Carvalho Campos “Com efeito, o filme, a partir de sua matriz e contra-matriz pode ser lido como sintoma da divisão que atravessa nossa sociedade, cujos atores lutam em dimensões diferentes e por isso nunca se encontram em solo comum, a sociedade nunca se unifica como é o caso de Impacto Profundo. É

Leia mais »

Sergei Eisenstein e o cinema da esperança revolucionária

Por Agnello Camarero Oliveira (militante UJC/PCB), estudante de Direito na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Para qualquer cinéfilo digno desse título Sergei Eisenstein com toda certeza já passou por seu “cardápio” e também com toda certeza percebeu algo óbvio de que Sergei era um diretor e roteirista totalmente voltado para produção agitativa e propagandística da revolução socialista

Leia mais »

Sobre a reprodução da militância, as tarefas organizativas e a divisão sexual do trabalho – “olhar o mundo com olhos de mulher”

Por Isadora Maria Nardes Gomes[1] “O trabalho de organização também é resistência” talvez seja a única fala importante da personagem de Clara Charf no filme Marighella (2019), de Wagner Moura. Dentre os problemas do filme, talvez o que seja mais marcante para as camaradas e companheiras que assistiram, é a perpetuação da figura do revolucionário

Leia mais »

Sociedade Deimofágica

Por Rick Afonso-Rocha* As pessoas gostam da ideia de que o amor faz o mundo girar… não faz. Você não tranca as portas à noite porque ama o próximo, você trava com aço reforçado porque tem medo do próximo. O medo é ordem. O medo é controle. O medo é segurança. O medo é ficção.

Leia mais »

Estado, emancipação e educação: uma aproximação do pensamento marxista

Por Beatriz Rajland, traduzido por João Pedro Passos de Barros Borges e José Victor Andrade Prado, via Periódicos UFSC. O presente artigo apresenta algumas reflexões sobre o Estado, a educação e a emancipação. Destacamos que uma visão tradicional, considera o Estado como um sujeito autônomo e atribui poder próprio às instituições, aos aparatos  e esta

Leia mais »

A vitória da extrema direita no brasil e o recrudescimento das ideias do determinismo biológico

Por Luca Mendes Nicola e Edson Pereira Silva* O texto trata de como a vitória da extrema direita no Brasil, correlato do que vem acontecendo em várias partes do mundo, tem sido acompanhado de um recrudescimento das ideias do determinismo biológico. Um breve histórico da utilização das ideias deterministas é traçado, especialmente, no Brasil. Por

Leia mais »

Round 6 – A distopia do capital e a saúde mental impossível

Por Karina Oliveira Martins* A série mostra estes laços de solidariedade, mas também mostra os limites colocados pelo capital na manutenção cotidiana de tais laços, como mantê-los firmes e fortes em uma realidade em que é eu ou o outro? Ao mesmo tempo que se impõe uma interdependência dos outros para sobrevivermos, que é demandado

Leia mais »

O que é a liberdade? COVID-19 e a defesa do direito à vida

Por Emiliano Alessandroni, via Marxismo Oggi, traduzido por Bruno Bianchi “Se, portanto, estamos de acordo com Hegel em pensar a liberdade não como uma forma vazia, mas como um conteúdo de valor universal, não podemos então deixar de descobrir como, no curso da pandemia do COVID-19, entre os velhos sistemas capitalistas (ver principalmente os Estados

Leia mais »