Categoria: Uncategorized

Enfim, a crise do marxismo

Por Louis Althusser O texto abaixo é baseado na intervenção inicial de Althusser em uma conferência em Veneza, em novembro de 1977, organizada pelo Il Manifesto, intitulada “Poder e oposição em sociedades pós-revolucionárias”. Ele foi publicado subsequentemente como parte dos procedimentos da conferência. Aqui, Althusser aborda o tópico da “crise do marxismo” em profundidade pela

Leia mais »

O movimento proletário na Rússia

Por Vera Zasúlich, via marxists.org, traduzido por Aline Recalcatti de Andrade Escrito em 8 de fevereiro de 1897. Publicado em Justice, 1 de maio de 1897, p. 12-13 O movimento operário russo é o mais jovem e o mais fraco da Europa. Há apenas um ano, sua própria existência foi negada pelo governo russo, e por

Leia mais »

Sujeito de direito: um enfoque pachukaniano

Por Thiago Andrade Cardoso dos Santos Se trata de uma exposição acerca do conceito de sujeito de direito na obra do jurista soviético Evguiéni Bronislávovitch Pachukanis, demonstrando que, a contrario sensu do que é exposto por muitos dos juristas da ordem burguesa, se trata de uma categoria jurídica criada em determinado momento histórico, para atender determinadas

Leia mais »

A polícia contra Pasolini, Pasolini contra a polícia

Por Wu Ming [1], via Internazionale traduzido por Matheus Muniz Weiss “O desgraçado está morto” Marcello Elisei, 19 anos, morre às 3:00, sozinho como um cão acorrentado em uma casa abandonada. Morre depois de um dia e uma noite de gritos, suplícios, gemidos, abandonado sem comida ou água, amarrado pelos pulsos e tornozelos a uma

Leia mais »

Informe sobre o fascismo

Por Amadeo Bordiga, via marxists.org, traduzido por Angelo Ardonde [Foto: Amadeo Bordiga em 1929] Quarto Congresso da Internacional Comunista. 16 de novembro de 1922. Oradores: Bordiga, Šmeral, Pullman, Urbahns. Reuniram-se às 12:20 da tarde. Presidentes da Mesa: Kolarov, mais tarde Marchlewski. Mesa: damos início a esta sessão do Congresso. Passo a palavra ao camarada Bordiga,

Leia mais »

A trabalhadora na Rússia soviética

Por Inessa Armand, via marxists.org, traduzido por Aline Recalcatti de Andrade [Traduzido do Bulletin Communiste, 1º ano, nº 17, 8 de julho de 1920, página 12-15. Bibliothèque Numérique du CEMTRI. Assinado como Helène Blinina, pseudônimo de Inessa Armand, revolucionária russa dirigente do Departamento da Mulher do Secretariado do Comitê do Partido Bolchevique.] O poder soviético

Leia mais »

Crítica à “A revolução brasileira”, de Caio Prado Jr., por Ruy Mauro Marini

Por Ruy Mauro Marini, via Revista Mexicana de Sociologia, México, 1967. (Analisando: A Revolução brasileira. Caio Prado Júnior, Editora Brasiliense, São Paulo, 1966.) Tradução de Maria Almeida.] Na busca de proporcionar uma cobertura ideológica à divisão que se espalha atualmente nas fileiras do comunismo brasileiro, o autor da conhecida História econômica do Brasil (Buenos Aires,

Leia mais »

Como P. B. Axelrod expõe os liquidacionistas

Por Vladímir Ilitch Lênin, via marxists.org, traduzido por Konrado Leite [Escrito aos fins de julho de 1912, publicado no Nevskaya Zvezda Nºs. 18 e 19, de 22 e 29 de Julho de 1912. Assinado como: V. I.) I P. B. Axelrod está destinado a ocupar um papel original no desenvolvimento da tendência oportunista entre os

Leia mais »