Categoria: Uncategorized

Muito além de um Seminário: Em defesa do movimento de crítica marxista da Faculdade de Direito do Recife

Por Lilian Rodrigues, via Seminário de Crítica Marxista da Faculdade de Direito do Recife A relação jurídica iguala os desiguais, o faminto e o dono de empresas do agronegócio, por exemplo. Ambos são sujeitos de direito e, assim, a relação jurídica estabelece um tipo de igualdade própria do modo de produção capitalista: a igualdade que

Leia mais »

Marxismo e ideologia jurídica burguesa

Por Étienne Balibar, traduzido por José Saramago[1] “Claro como o dia para todo operário consciente”, diz Lênin. É isto verdade, porque esta tese não representa outra coisa que o desenvolvimento consequente do reconhecimento da luta das classes, e porque esse reconhecimento se efectua na experiência quotidiana dos trabalhadores explorados, em luta contra a exploração. Mas

Leia mais »

Os ‘crias’ do nosso Brasil: a relação entre ficção literária e realidade social em “Os Supridores” de José Falero

Por Alvaro Moreira Lima O presente artigo visa discutir o dilema da dissociação entre a dimensão estética da literatura e a sua dimensão social, de modo a mostrar o quão problemática é essa diferenciação. Defende-se assim a relação de influência recíproca entre essas duas dimensões da literatura a partir do romance de José Falero, “Os

Leia mais »

Politzer: por uma psicologia concreta

Por José Paulo Netto, via Blog da Boitempo. Nota editorial: George Politzer foi um filósofo francês, militante marxista e autor de brilhantes reflexões sobre a psicologia e a psicanálise. Por ocasião dos 80 anos de seu assassinato pela Gestapo nazistas, em 23 de maio de 1942, rendemos homenagem por meio da republicação deste breve artigo

Leia mais »

O Sagrado Progressismo, ou, A crítica para uma autocrítica crítica

Por Vitor Ferreira Vamos começar afirmando aquilo que deveria ser óbvio, mas aparentemente, não é. Capitalismo é crise! Não há capitalismo sem crise, ainda que as crises possam ser classificadas em crises cíclicas e crises sistêmicas, mas ambas, são crises do Capital e, nos interessa aqui apontar dentro dos processos históricos dessas crises, qual é

Leia mais »

Jornada de trabalho de 30 horas: mais emprego, mais qualidade de vida

Por Gabriel Landi Fazzio Atualmente, um dos principais dramas que assola a classe trabalhadora (não só no Brasil, mas em incontáveis países capitalistas) é o crescente nível de desemprego. O intenso desenvolvimento das forças produtivas (resultando na ampla robotização da produção em larga escala) e a profunda crise sistêmica da acumulação capitalista são dois dos

Leia mais »

Sobre a contradição professor-aluno na universidade

Por João Henrique Lima Almeida Mao Tsé-Tung chama a contradição de lei da unidade dos contrários. Ele afirma que cada fenômeno possui um conjunto de contradições internas que determina seu desenvolvimento. Essa perspectiva, dialética, concebe que os fenômenos não podem ser estudados à revelia, primeiramente, das suas contradições internas e, em segundo lugar, de suas

Leia mais »