Etiqueta: Mark Fisher

O colapso do realismo capitalista

Por Benjamin Noys, via Mediations Journal , traduzido por Reginaldo Gomes O livro Realismo Capitalista tornou-se, em dez anos, uma frase: “o que Mark Fisher chama de ‘realismo capitalista”’, ou “como Mark Fisher descreveu, ‘realismo capitalista’”.

Leia mais »

Breve introdução ao livro realismo capitalista de Fisher

Andre Po Sheng Yu[1] O presente texto busca apresentar aos leitores e leitoras de maneira introdutória o livro do escritor crítico Mark Fisher, obra de 2009 e que foi publicada pela editora Autonomia Literária no ano de 2020 no Brasil. A obra provoca a reflexão sobre os sentimentos de impotência e desesperança por um mundo

Leia mais »

Politizar a pulsão de morte

Por Marcus Vinicius Neto Silva Articulando “Mal-estar na cultura”, texto freudiano de 1930, com “Realismo capitalista”, de Fisher (2020), tentamos levantar algumas hipóteses sobre como o trabalho dos psicanalistas pode atuar no sentido de atacar a estrutura do sistema capitalista ao invés de tratar apenas os sujeitos e seus sofrimentos.

Leia mais »

Subjetividade, neoliberalismo e organização política : Desafios Revolucionários do Século XXI

Por Silas Ramos, graduando em Direito pela Universidade de São Paulo e militante da União da Juventude Comunista. Introdução: O capitalismo, com o final da segunda guerra mundial adentra em uma nova etapa de seu desenvolvimento, o neoliberalismo, que é posto em prática sobretudo entras as décadas de 1970 e 1980. Paralelamente, as experiências de socialismo

Leia mais »

Partidos dos Trabalhadores, Crise das Formas Sociais e Ideologia

Por João Pedro Passos de Barros Borges Introdução: O texto procura refletir o papel histórico que o PT cumpre em face das formas sociais do capitalismo e, por conseguinte compreender o surgimento do populismo de direita através de Bolsonaro, assim debater os horizontes políticos para os comunistas. Que se faz, por meio de um debate

Leia mais »

Realismo capitalista e sofrimentos psíquicos na vida acadêmica

Por Diego José Nogueira Fraga* “Fato é que o realismo capitalista está muito presente na vida universitária. Encaramos o hiper-produtivismo acadêmico e a extensa burocracia no ensino superior e na pesquisa como fenômenos naturais que estão dados e que não existem alternativas. A generalização do modelo empresarial nas instituições públicas e a sua internalização na

Leia mais »

Deixar Mark Fisher ir. Sobre fantasmas, nostalgia e luto.

Por Pepe Tesoro. Traduzido por Reginaldo Gomes. Quatro anos após sua morte, a figura de Mark Fisher se vê ameaçada por uma situação paradoxal. Por um lado, grande parte de sua obra inspira o combate à vã nostalgia da esquerda e à mistificação inoperante de suas estratégias tradicionais, e encoraja o projeto emancipador a se

Leia mais »